Política econômica é o conjunto de medidas tomadas pelo governo de um país com objetivo de promover o desenvolvimento econômico, o pleno emprego, equilibrar o volume financeiro das transações econômicas com o exterior, garantir a estabilidade de preço, o controle da inflação e promover a distribuição da riqueza e das rendas.

A política econômica tambem pode ser chamada de:

- ESTRUTURAL: visa modificar a estrutura econômica do país, chegando a regular o funcionamento dos mercados, extinguir ou criar empresas públicas e alterar a distribuição de renda.

- DE ESTABILIZACAO CONJUNTURAL: quando objetiva administrar uma depressão econômica, combater inflação e escassez de produtos.

- DE EXPANSÃO: quando visa a manutenção ou a aceleração do desenvolvimento econômico.

Para alcançar seus objetivos (fins), o governo utiliza diversos instrumentos (meios). De acordo com esses instrumentos, a política econômica pode ser classificada em:

- POLÍTICA FISCAL: conjunto de decisões e ações relacionadas com os gastos (despesas) dos governos federal, estadual e municipal e arrecadação de impostos (receitas).

- POLÍTICA EXTERNA: conjunto de medidas que tem por objetivo manter o equilíbrio do balanço de pagamentos do país, proteger setores em desenvolvimento e desenvolver relações comerciais com outros países.

Pode ser subdividida em política cambial e política comercial:

- POLÍTICA CAMBIAL: é formada por um conjunto de normas e regras que busca controlar o mercado cambial. Está fundamentalmente baseada na administração das taxas de câmbio e no controle das operações cambiais.

- POLÍTICA COMERCIAL: é o conjunto de medidas que afetam o comércio com outras nações, dentre elas a adoção de cotas, a abertura de linhas de crédito para importação e exportação e a definição de tarifas.

- POLÍTICA DE RENDAS: conjunto de medidas que tem por objetivo a resdistribuição da renda, a garantia de renda mínima a determinados setores ou classes sociais, a redução do nível das tensões inflacionárias etc.

- POLITICA MONETÁRIA: conjunto de medidas para controlar o volume de liquidez global a disposição dos agentes econômicos.