Escócia: Barco Viking com mais de mil anos

Escócia: Barco Viking com mais de mil anos
Foto © Dan Addisson
Foram descobertos vestígios de um barco viking funerário, provavelmente com mais de mil anos, na Península Ardnamurchan, Escócia. No interior foram encontrados os restos mortais de um viking, acompanhado por um machado e outros objetos. Os investigadores vêem esta descoberta como uma das mais importantes já feitas.

O barco de cinco metros continha vários objetos de bronze. Enterrados com o viking, que se supõe seria de um alto escalão, estavam um machado, uma espada com um punho, uma lança, um escudo chefe e um anel de bronze.

Image and video hosting by TinyPic [Reprodução do achado © Sarah Paris - estudante de História Antiga e Arqueologia da Universidade de Manchester]

Além disso, também foi encontrada uma faca, a ponta de um chifre de bronze, possivelmente utilizado para beber, uma pedra amilar norueguesa, várias peças de cerâmica e de ferro. Estes objetos estavam também no túmulo.

A descoberta foi feita por investigadores da Universidade de Manchester, Leicester, CFA Archaeology Ltd e a Archaeology Scotland, todas integrantes do Ardnamurchan Transitions Project (ATP).

Segundo indica o comunicado da Universidade de Manchester esta pode vir a ser considerada a zona Viking mais importante da Grã Bertanha. "Esta é uma descoberta muito entusiasmante", disse Hannah Cobb, codiretor do projeto.

"Um barco funerário Vicking é uma descoberta incrível, mas os artefactos e a sua preservação fazem desta uma das mais importantes sepulturas Norse já descobertas no país".

Os investigadores acreditam que o barco é o século X, podendo, por isso, providenciar vários detalhes sobre a época.

De facto, a equipa estava há seis anos a fazer escavações na Península Ardnamurchan e tem feito várias descobertas importantes, incluíndo algumas da Idade do Ferro e do Neolítico, mas esta é "a cereja do topo do bolo", diz Oliver Harris, outro dos diretores do projeto.

Para aceder ao comunicado com a informação completa, clique aqui.
Fonte:

A terra natal dos Vikings era a Noruega, Suécia e a Dinamarca. Eles e os seus descendentes controlaram, pelo menos temporariamente, a maior parte da costa do mar Báltico, grande parte da Rússia continental, a Normandia na França, Inglaterra, Sicília, Itália meridional e partes da Palestina.